Transporte Público: Prefeitura prepara regulamentação de Vans no município

Categoria: Notícia, Transporte

Empresa responsável será definida por meio de processo licitatório

O projeto de lei que cria e regulamenta o Serviço de Transporte Seletivo por Vans em Caldas Novas está apto para ser encaminhado ao Poder Legislativo. A regulamentação é uma alternativa que garante mais uma opção de mobilidade ao usuário do Sistema de Transporte Público. Concluído, o PL seguirá para a Câmara Municipal.

De acordo com o projeto, as vans serão definidas em processo licitatório. A proposta é que elas atuem em linhas centrais e regiões mais afastadas, como as áreas com baixo número de passageiros. A regulamentação também vai buscar o atendimento dos roteiros deficitários na cidade. O projeto, assim, garante uma melhor distribuição territorial no atendimento feito pelo Sistema Municipal de Transporte Público. As vans deverão oferecer, ainda, mais segurança aos passageiros e implantar o sistema de bilhetagem.

O projeto de regulamentação foi elaborado sob a perspectiva da necessidade da população, que terá um transporte seguro, ágil e com conforto, assegurada a fiscalização permanente por parte do poder público.

“A Prefeitura está pronta para enfrentar a questão, que é importante para a cidade. Faremos isso de uma forma equilibrada, de modo que todo o sistema de transporte público funcione harmoniosamente. Caldas Novas é uma cidade de médio porte, mas que abriga muito turistas. Por isso precisamos pensar na melhor forma de atender a todos de forma satisfatória”, disse o procurador geral do município, Gleidison Rocha.

“Não vamos abrir mão de colocar o melhor para os usuários. Garantindo o equilíbrio financeiro para os concessionários e procurando prestar continuamente melhor serviço à população”, avaliou o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Crenildo Teixeira.

Uma vez implantado, o novo sistema de transporte deverá, numa parceria entre a gestão pública, usuários e permissionários, sempre atender às demandas de mobilidade da cidade.
(Imagens de Internet)

Fonte: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano

Deixe uma resposta