Secretaria de Saúde de Caldas Novas disponibiliza vacina contra HPV para adolescentes do sexo masculino

Categoria: Notícia, Saúde

A imunização para meninos começou esta semana e atende a uma determinação do Ministério da Saúde

Vacina HPV 1

A Atenção Básica, da Secretaria de Saúde, oferece a partir desta semana as vacinas contra HPV, para adolescentes do sexo masculino com faixa etária entre 12 e 13 anos de idade. A Imunização para meninos segue uma determinação do Ministério da Saúde, e passa a fazer parte do calendário de rotina, como já é feito para meninas. O atendimento está sendo realizado nos ESF´s e no Hospital Materno, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

A vacina contra o papilomavírus humano (HPV), que protege principalmente contra o câncer de colo do útero, já faz parte do Programa Nacional de Imunizações desde 2014, indicada para meninas de 9 a 13 anos. Assim como as meninas, os meninos devem tomar duas doses. A segunda é seis meses depois da primeira. Vacinados, eles vão estar imunes ao vírus, que pode causar neles câncer de pênis, ânus e garganta, além de outras doenças mais comuns.

O Brasil será o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunizações. Em Goiás, a previsão é que sejam vacinados 112,3 mil meninos desta faixa etária.

Vacina HPV 1

Saiba mais sobre o HPV

O HPV é um vírus que pode causar câncer do colo do útero e verrugas genitais.  Ele é altamente contagioso, e a sua transmissão acontece principalmente pelo contato sexual.

A vacina distribuída no SUS é ‘quadrivalente’, ou seja, protege contra quatro tipos de HPV: o 6, o 11, o 16 e o 18. Dois deles (o 6 e o 11), estão relacionados com o aparecimento de 90% das verrugas genitais. Os outros dois (o 16 e o 18) estão relacionados com 70% dos casos de câncer do colo do útero. Além da vacina, a prevenção contra esse tipo de câncer também continua envolvendo o exame ‘Papanicolau’ feito por mulheres. Através dele, é possível identificar lesões precursoras do câncer que, se tratadas precocemente, evitam o desenvolvimento da doença.

 

Fonte: Secretaria de Comunicação de Caldas Novas (Secom)

Deixe uma resposta