Caldas Novas é uma das 15 cidades do estado contempladas. Outro projeto do governo estadual vai fornecer subsídios de até R$ 800 para alunos de nível avançado

Com o intuito de promover a música clássica, o Governo de Goiás lançou um programa voltado ao tema. A Rede de Orquestras Jovens de Goiás, que visa ampliar o número de orquestras, espalhando núcleos por 15 cidades do estado. Caldas Novas é uma dessas cidades que teve a honra de receber esse projeto.

O município já adquiriu dezenas de instrumentos musicais para garantir a formação e profissionalização dos alunos da rede. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas na unidade do Poupa Tempo, na Secretaria de Relações Governamentais, segundo piso.

A cerimônia de lançamento ocorreu na segunda-feira (26) e contou com a participação do governador Marconi Perillo (PSDB). Estiveram representando Caldas Novas, o secretário de Relações Governamentais e responsável pelo projeto no município, Gilmar Engenheiro.

Além do programa, também foram entregues duas harpas sinfônicas ao custo de R$ 570 mil, para o Instituto Tecnológico de Goiás (Itego) em Artes Basileu França.

Bolsas

Outro projeto foi o Bolsa Artista, que vai beneficiar 230 alunos no estado. Destes, 100 receberão R$ 600, e os outros 130, R$ 800. Para obter a bolsa, o músico precisa ter nível avançado e estar regularmente matriculado no Itego.

Serão aceitos candidatos com idade entre 10 e 35 anos. Para serem aprovados, eles precisam passar por três etapas: inscrição, entrevista e auditiva. Também é necessário comprovar vínculo com formação artística profissional via declaração de instituição de ensino ou carta de recomendação.

A bolsa tem validade de um ano e pode ser renovada por até sete vezes, sendo necessária nova participação no processo seletivo.