O CAPS II Terezinha Melo de Souza em Caldas Novas lança o livro de um de seus mais antigos usuários Roberto Luiz Mauviel Júnior

Categoria: Notícia
O livro é uma autobiografia e ressalta a importância de se acreditar e valorizar as pessoas como seres humanos únicos e capazes
  Foto Roberto (2)
A Prefeitura de Caldas Novas, por meio do Caps II- Centro de Atendimento Psicossocial Terezinha Melo de Souza, promove nesta segunda-feira (30), o lançamento do livro “Nos Abismos do Desconhecido”, autobiografia de Roberto Luiz Mauviel Júnior, um de seus usuários mais antigos e conhecido na cidade como “Roberto Doido.” O evento acontecerá a partir das 19h, no Casarão dos Gonzaga.
O livro é uma autobiografia e conta a história do Roberto através de narrativas pessoais e teorias como as do filósofo francês Michel Foucault. O autor se faz conhecer e tenta sensibilizar o leitor para que abandone de vez o preconceito contra quem é dito “diferente.”
O projeto foi idealizado pela Coordenadora de Saúde Mental em Caldas Novas Drª Gizélia Custódio e o Mestre e Professor Aldenir Chagas, e foi desenvolvido através de intensas pesquisas, e testemunhos do próprio Roberto.
O Caps foi criado pela Lei 10216/06/04/2001 em substituição as internações em Manicômios e hospícios. Com metodologia baseada no modelo Biopsicossocial, o tratamento é realizado observando o indivíduo como um todo em suas diversas potencialidades.
O atendimento é realizado por uma equipe multiprofissional, dentro das áreas de Psicologia, Psiquiatria, Serviço Social, Enfermagem, Farmácia e Terapia Ocupacional, que atende o usuário dentro do olhar de todos os saberes desses profissionais.
“Esse projeto demonstra a importância do Caps para os nossos usuários. Através de um trabalho diário e contínuo, teremos a oportunidade de mostrar a todos, o quanto devemos acreditar no próximo. Ser considerado “diferente” é uma forma de exclusão, um conceito errado que lutamos diariamente para mudar. O Roberto é um ser humano único, inteligente, que vem sendo constantemente discriminado, por questões sociais pré-concebidas. Temos que mudar essa visão, por isso, eu gostaria de agradecer imensamente pelo apoio da Secretária Kélia Rosa e do nosso prefeito Evandro Magal, um gestor incansável que busca cada dia mais recursos melhorar a qualidade de vida da população.” ressaltou Gizélia Custódio, coordenadora da Saúde Mental em Caldas Novas.
Fonte: Secretaria de Comunicação de Caldas Novas (Secom)

Deixe uma resposta