“Expedição” combate captação irregular de água do Pirapitinga

Categoria: Meio Ambiente, Notícia

Uma comitiva do executivo municipal vai seguir o curso do rio buscando conscientizar produtores e moradores da região próxima ao rio

As altas temperaturas não são os únicos transtornos causados pelo tempo longo do período de seca. As pessoas acabam sofrendo também com a falta de água. Em função desta fase de estiagem, o nível do Rio Pirapitinga, responsável por abastecer a população de Caldas Novas, caiu sensivelmente. Porém, a captação clandestina contribui para agravar o problema.

Com objetivo de coibir o uso irregular de água do rio, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Departamento Municipal de Água e Esgoto – Demae – vão realizar, na próxima semana, a operação de fiscalização às margens do manancial, passando pelos principais locais onde há captação irregular da água do rio.

Buscando conversar e conscientizar moradores, ruralistas e empresas sobre a captação irregular da água e o uso correto, para a preservação do rio.

“É um problema que soma a escassez de chuvas, a captação irregular, o uso abusivo da água, entre outros. Se a população não se conscientizar, vai faltar! O rio está em estado de calamidade e precisa da compreensão de cada um. Vamos realizar essa ação de caráter educativo, para orientar que práticas incorretas tenham fim”, salientou Bento de Godoy Neto, secretário de Meio Ambiente de Caldas Novas.

Pirapitinga (2)

Fonte: Secretaria de Meio Ambiente de Caldas Novas

Deixe uma resposta