Departamento de água de Caldas Novas reforça sobre uso consciente da água

Categoria: Notícia

Por conta do período de estiagem, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Demae) de Caldas Novas, reforça o alerta para que a população faça uso consciente da água. O rio Pirapitinga, que abastece o munício, está com apenas 40% do seu volume total.

A fim de evitar que o abastecimento seja comprometido, fica o alerta para nos prevenirmos de um futuro racionamento forçado. A produção e distribuição do Demae continuam normalmente, por enquanto, mas é sempre bom relembrar sobre o consumo consciente.

O problema não é só falta de chuva. Dados da Organização das Nações Unidas – ONU – mostram que o uso da água cresceu a uma taxa duas vezes maior do que o aumento da população mundial ao longo do último século. E Caldas Novas, não se encontra fora dessa questão. A cidade cresce a cada dia e o Demae atende um grande número de moradores da cidade, fora a população flutuante que constantemente visita a cidade. Por ser uma cidade turística, o consumo é ainda mais alto.

“O ideal é que essa consciência e cuidado fosse uma prática constante. Porém muita gente acaba esquecendo-se do impacto do desperdício nos mananciais e da relevância das pequenas atitudes neste processo”, indagou Milton Galvão, presidente do Departamento.

O Demae realiza ações como o “Projeto de recuperação de áreas degradadas”, que consiste no plantio de árvores próximo à nascentes. Checar vazamentos em canos, não deixar torneiras abertas, fechar a torneira quando estiver escovando os dentes e não tomar banhos demorados são alguma das atitudes que podem evitar o desperdício de água.

 

Fonte: Departamento de Marketing do DEMAE

Deixe uma resposta