Em reunião extraordinária, que aconteceu nesta quarta-feira (02), o Conselho Municipal de Saúde aprovou por unanimidade o Edital de Credenciamento da Prestação de Serviço de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Caldas Novas. O objetivo é atender à demanda espontânea e ou referenciada.

A proposta vai permitir que a Secretaria de Saúde passe a receber recursos federais para o custeio de 10 leitos de UTI. Uma unidade terceirizada oferecerá o serviço, que será custeado pelo SUS. De acordo com informações do Edital, os leitos pactuados pelos SUS serão regionais, e não exclusivos de Caldas Novas, como acontece em todo o território nacional. A regulação funcionará de modo estadual, dependendo do quadro clínico do paciente.

Depois da autorização do Conselho, todas as ações relacionadas ao município já foram concluídas. As próximas etapas são ligadas à(s) unidade(s) interessada(s) em vender o serviço de UTI em Caldas Novas

Para o secretário municipal de saúde, José Ricardo Mendonça, hoje foi dado um passo importante em relação ao serviço de terapia intensiva em Caldas Novas. “Esta é uma luta que o município tem diante da comunidade, tudo isso é um processo, que não é resolvido de imediato, estamos há tempos trabalhando para que tudo aconteça o mais rápido possível para podermos colocar as UTIs de Caldas Novas no sistema do Estado de Goiás para todos os pacientes do Estado, a regulação é estadual, mas é claro que o município sairá ganhando muito com isso, é uma conquista enorme”, enfatiza o secretário.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Caldas Novas