Cobertura da Saúde Básica cresce de 47% para 61% em Caldas Novas

Categoria: Notícia, Saúde

Ampliação dos serviços de saúde é o principal responsável pelo aumento na cobertura e otimização dos recursos. Dados são do Ministério da Saúde.

Nos últimos anos houve expansão de 14% no setor da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Caldas Novas. Os dados são do Ministério da Saúde. De acordo com coordenadora da Atenção Básica de Caldas Novas, a área de cobertura passou de 47% para 61 % da população, bem acima da média nacional, que é de 52%.

O número de unidades de saúde também aumentou. Em 2013 o município possuía 13 ESFs, sendo duas na área Rural; hoje são 18 ESFs, com duas na área rural. Cada ESF consegue abranger um total de 4 mil pessoas. A ampliação e modernização na rede de saúde, que tem sido feita na atual gestão, é o principal motivo do aumento na cobertura, e consequentemente, no acesso aos serviços básicos de saúde.

“Profissionais capacitados para alimentar o sistema E-SUS do Ministério da Saúde obtiveram esses dados oficiais, o que para nós é uma excelente notícia, que recebemos com muita alegria, pois é fruto de muito trabalho e dedicação”, afirma Livia Serpa, coordenadora da área.

Cerca de 80% dos problemas de saúde da população no Brasil são solucionados por medidas de atenção básica, segundo dados oficiais. Elas incluem vacinação, diagnóstico precoce e acompanhamento de problemas comuns, como hipertensão, antes que levem a doenças graves. A estratégia diminui o impacto sobre as redes hospitalares de emergência.

A Atenção Básica é considerada a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS). Os postos de saúde onde funcionam as ESF têm papel fundamental no primeiro contato e na coordenação do cuidado, operando como base de estruturação das redes de atenção, com suporte dos serviços de apoio diagnóstico, assistência especializada e hospitalar.

esfparquereal2

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Caldas Novas

Deixe uma resposta