Campanha Nacional ‘Setembro Amarelo’ na Praça Mestre Orlando orienta sobre prevenção ao suicídio

Categoria: Notícia, Saúde

Ações sociais e palestras vão tratar do assunto em Caldas Novas

A Praça Mestre Orlando se pintou de amarelo na manhã desta segunda-feira (11) para lembrar o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Um grupo de funcionários da Prefeitura de Caldas Novas, colaboradores e voluntários estiveram no local promovendo atividades de sensibilização, em apoio à campanha Setembro Amarelo, realizada em âmbito nacional.

Os organizadores do encontro, que aconteceu em outros pontos do país, querem tirar o estigma e o preconceito que ainda existe sobre o tema. O objetivo é usar informação como forma de prevenção. “Romper com o estigma é fundamental para salvar vidas”, orienta a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS de Caldas Novas, a psicóloga Gizélia Custódio.

A mobilização realizada na Praça Mestre Orlando é apenas umas das ações que acontecerão ao longo do mês. Dia 13/09 vai haver palestras, ministradas pela psicóloga e coordenadora dos CAPs em Caldas Novas, Gizelia Custódio e voluntários do Centro de Valorização à Vida, no plenário da Câmara Municipal a partir das 19hs. No dia 21/09 às 19hs, também na Câmara Municipal, a palestra fica a cargo do psiquiatra, Dr. Carlucio Costa.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos casos de suicídio estão ligados a alguma psicopatologia, facilmente tratável à medida que as pessoas acessam as informações sobre o problema.

A OMS indica que o Brasil registra 32 casos de suicídio por dia. A comunidade médica afirma que nove entre 10 casos podem ser evitados. O índice de suicídios no país perde apenas para homicídios e acidentes de trânsito entre as mortes por fatores externos (o que exclui doenças).

Em todo o mundo, entre os jovens, a morte por suicídio já é mais freqüente que por HIV. Entre idosos, assim como entre pessoas de meia-idade, as incidências também avançam.

SetembroAmarelo (1)

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Caldas Novas

Deixe uma resposta