✴ #Escolas » A Câmara Municipal de Caldas Novas aprovou na manhã desta segunda-feira (24), em sessão extraordinária o Projeto de Lei nº 67/20021 que autorizou o executivo a municipalização das unidades de ensino da Semel mantidas em convênio com a Igreja Católica.

 

Ficam, a partir da aprovação no legislativo, as três escolas denominadas em Cmeis – Centro Municipal de Educação Infantil Pequeno Príncipe, situado no Setor São José, Centro Municipal de Educação Infantil Raio de Sol, situado no setor Itanhangá II e Centro Municipal de Educação Infantil Santa Ana localizado no Setor Santa Efigênia.

 

Na prática, a mudança não interfere no andamento do ensino da Secretaria que é ofertado nessas escolas construídas em prédios do segmento religioso. O que muda é o processo administrativo, permitindo a vinda de recursos federais como o FUNDEB.

 

No sistema anterior, os recursos destinados a estas escolas eram apenas oriundos do Fundo Municipal de Educação, pois as unidades eram instituídas como filantrópicas e geridas apenas com orçamento do executivo municipal. A nomenclatura que antes era CEI (Centro de Educação Infantil) passa agora à categoria de CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil).

 

A aprovação contou votação unânime dos vereadores, na qual o vereador Saulo Inácio (PSDB) destacou “que é um dos mais importantes projetos do executivo municipal deste ano”, pois possibilita mais recursos à educação no município de Caldas Novas.

 

A Secretária Kêila Paula agradeceu o apoio integral dos vereadores e a participação do Pe. Emerson Simplício a aprovação do projeto. “Quero parabenizar todos os vereadores presentes pelo apoio a este projeto que nos assegura mais recursos para gestão destas unidades de educação infantil, da mesma forma reconheço a importância do apoio do Centro Social Pró-Família representado pelo nosso querido Pe. Emerson que nos ajudou em todo esse processo”, disse a secretária.